Natsu VS. Scorpion | Duelo de Titãs

7 Minutoz

Compositor: Gabriel Rodrigues / Lucas ART

Tá na hora de acabar com a sua vida destruída
Achou que vinha pra batalha, e não ia levar porrada?
Alma penada sua história é uma desgraça
O que posso falar do cara, que no rap perde
Pro Motoqueiro Fantasma?

Achei que era um combate, mas vi que é uma piada
Esses anime de merda, são tudo cópia da cópia
Eu trago morte pra fraude, eu desintegro sua alma
E no final não vai sobrar nem um fio de cabelo rosa

Há fogo dentro de mim, a vontade de vencer
Queima tão forte quanto brasa
Foda-se o ninja ruim que paga de sem emoções
Porque a família foi assassinada
Não entre no meu caminho
O último que se meteu no final ficou arrependido
É bem difícil de manter essa postura de fodão
Enquanto todo o seu corpo por dentro é queimado vivo

Você deve ter coragem, só de entrar no meu caminho
Já é um ato de loucura
A diferença é que meu fogo é sentença, não amizade
Você é muita idiotice, e eu sou violência pura
Órgãos no chão, sangue nas mãos, sinta essa
Fatalidade, lixo órfão
Acha que doeu quando se perdeu do Dragão
Espera só quando eu rasgar seu peito
E arrancar seu coração

Quanta violência, sem argumento
Isso é prova de demência, cérebro fritou
Sua rima é uma doença, é fracasso todo
Cê perde no meu jogo, é o verdadeiro fogo

Caveira só tem um lugar pra estar na lama
É a revolta de um desenho que já não tem fama
Eu já sei quem ganha, a fúria se inflama
E esse duelo acaba em chamas

Entra em chamas, incendiar, o maior
Homem de fogo vai atacar
Johnny Storm, o melhor do quarteto
Quem é pior, o moleque ou o esqueleto?
De um lado um desenho feito pra fazer dinheiro
Só mais um pouco do mesmo, nada novo
E do outro lado um retardado mais um japa angustiado
Revoltado, por que é claro
Todo mundo que ele ama foi morto

Garoto rico, no rap pagando mico, lixo, quadrinho
esquecido, é um personagem extinto
Entre lendas, sou mito, mexer comigo é perigo
É o matador de dragões incendiando ouvidos

Mais um demente na disputa, é sério?
Com minhas correntes te levo pro inferno
Com rancor, sem cultor, seu filme precisa de ajuda
Muda ator, muda a cor, mas o fracasso não muda

Rimo no estilo Fantástico
Vou fazer um churrasco asiático
Típico de boy, ficar caçando problema
Deve ter enlouquecido depois de tanto fracasso no cinema
Termino a luta, sem haver depois
Sou superior e quero que se foda os dois
Fogo de verdade, é a batida com minha voz
Temperatura alta como o fogo de mil sóis

Mas disso eu duvido, bando de iludido
Qualquer fogo eu domino, tá no meu caminho?
Então agora tá fudido
Ace aqui, tá no sangue a minha glória
Carregando o legado de quem veio fazer história
Três contra um? Vai me faltar piedade
Sinto muito avisar, mas vocês tão na desvantagem

Não importa o alvo
Será derrotado
Seu final é claro
Será carbonizado
Cada ação tem uma reação, já diria o ditado
Quem brinca com fogo, acaba queimado
Querem me ensinar? Mas não sabem da metade
Carrego comigo o que é chama de verdade
No final cê treme e perde no meu game
Não me arrependo do que fiz

Ave Fênix
O cavaleiro mais foda, surreal
Rap quente a um décibeu sobrenatural
Fodo com a mente dos inimigos imoral
Eu retorno pro mundo dos vivos, imortal
Extermino com a vida de qualquer louco suicida
Se quiser ser trucidado comigo comprando briga
Não importa se é pirata, herói, mago ou se for um ninja
Se tentarem a sorte, no fim serão cinzas!

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital